5 setembro 2018

Novo Centro Botton-Champalimaud

Fundação Champalimaud e Mauricio e Charlotte Botton, unidos na criação de centro inovador de investigação e tratamento do cancro do pâncreas.

Novo Centro Botton-Champalimaud

Mauricio Botton Carasso e mulher, Charlotte Botton, decidiram unir-se à Fundação Champalimaud, contribuindo com cerca de 50 milhões de euros para a construção de um inovador centro de pesquisa e tratamento do cancro no pâncreas. O “Botton-Champalimaud Pancreatic Centre” será o primeiro no mundo dedicado simultaneamente à investigação e tratamento desta doença.

O anúncio público desta nova colaboração foi feito durante a Cerimónia de entrega do Prémio António Champalimaud de Visão, na presença de Mauricio Botton Carasso e Charlotte Botton, tendo a Presidente da Fundação Champalimaud, Leonor Beleza, apresentado o inovador projeto também em seu nome: "O que vamos construir juntos é um centro contra o cancro do pâncreas, e contra os efeitos devastadores que ela hoje causa. Será o primeiro centro no Mundo que nasce da ambição expressa de conhecer, de dominar e de combater o carácter, até aqui irredutível, de uma doença que desafia a ciência, que está em crescendo de forma inexplicada, que prossegue a destruição dos projetos e das vidas dos que são atingidos. Este Centro acomodará a medicina do futuro, será flexível para poder usar técnicas que hoje ainda certamente não conhecemos. O que conhecemos muito bem é o nosso traço distintivo, é que cientistas e médicos, e médicos-cientistas, trabalharão nesse Centro juntos, lado a lado, a desenvolver projetos comuns."

A abertura do novo edifício, a construir num terreno situado ao lado do atual, está prevista para 5 de outubro de 2020, precisamente dez anos depois da inauguração do “Champalimaud Centre for the Unknown”. Financiados por Mauricio Botton Carasso e Charlotte Botton, o processo de construção das novas instalações e a gestão operacional ficarão da responsabilidade da Fundação Champalimaud. Os dois centros estarão assim perfeitamente integrados e interligados no espaço, nas linhas estéticas, na filosofia e modelo de funcionamento.

Esta é a primeira vez que uma família estrangeira confia a uma instituição filantrópica portuguesa uma responsabilidade desta natureza. Num discurso emocionado, Leonor Beleza, realçou o facto de este novo centro nascer de um ato de generosidade e confiança de Mauricio e Charlotte Botton relembrando que também a "Fundação Champalimaud nasceu de um gesto visionário e patriótico de um criador genial de riqueza, que a deixou ao seu e nosso país, António Champalimaud.".

Novo Centro Botton-Champalimaud Novo Centro Botton-Champalimaud