19 Mar. 2018

O dia em que comemorámos o futuro

No dia em que se celebrou o centenário do nascimento de António Champalimaud, a Fundação Champalimaud abriu as suas portas para comemorar o legado do seu Fundador e apresentar alguns dos seus mais inovadores projetos e programas.

O dia em que comemorámos o futuro

Na presença dos membros do Conselho de Curadores e do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a Fundação Champalimaud começou por apresentar o Programa Champalimaud Fast-track Pâncreas, um programa de colaboração multidisciplinar, centrado na doença pancreática com o objetivo de propor aos doentes com suspeita de doença pancreática ou com doença pancreática conhecida um diagnóstico rápido e uma proposta terapêutica personalizada.

Investigadores da Fundação Champalimaud falaram ainda sobre algumas das linhas de investigação e inovações técnicas e tecnológicas que se encontram em desenvolvimento e que poderão, num futuro próximo, ter uma impacto muito relevante na forma como se diagnosticam e tratam doenças neurológicas e oncológicas. São disso exemplo a investigação na área da Imagem por Ressonância Magnética pré-clínica, liderada por Noam Shemesh e o estudo conduzido pela investigadora Rita Fior, que recorre a larvas de peixe-zebra para simular in vivo as respostas aos fármacos de tumores humanos, transformando as larvas em "avatares" dos doentes, possibilitando assim a personalização da terapêutica.

Vários projetos tecnológicos foram igualmente testados em tempo real, como é o caso do projeto de transporte aéreo de análises clínicas que permitirá ligar, de forma rápida e segura, a clínica oncológica e o laboratório de análises. Esta ligação regular, possibilitará a redução do tempo de espera dos resultados das análises dos doentes e dos custos associados aos transporte rodoviário das mesmas. O projeto encontra-se no momento em processo de avaliação pelas entidades reguladoras.

A robótica esteve também em destaque com a apresentação do Robot de Transporte Hospitalar, que consiste na automação do processo de transporte de cargas leves (medicamentos, amostras, equipamentos, etc.) no interior do Centro Clínico, nomeadamente entre a Farmácia e o Hospital de Dia.

A pretexto da comemoração do dia em que António Champalimaud faria 100 anos, celebrámos também a curiosidade, a ciência, a inovação e o futuro.

O dia em que comemorámos o futuro O dia em que comemorámos o futuro O dia em que comemorámos o futuro