• Áreas Clínicas
Áreas Clínicas
Unidade de Urologia
Fundação Champalimaud

Unidades Multidisciplinares de Patologia

Unidade de Urologia

A equipa multidisciplinar da Unidade de Urologia (Próstata, Rim, Bexiga e Vias Urinárias), em atividade desde 2013 sob a direção do Dr. Jorge Fonseca, Médico Urologista, presta particular atenção à deteção precoce do cancro da próstata, através de um programa de avaliação de risco oncológico e da identificação de metodologias que permitam uma melhor caracterização da doença (nomeadamente através de vigilância ativa de doentes com cancro da próstata de baixo risco). Este programa segue recomendações internacionais atualmente adotadas pela maioria dos Centros de Oncologia e alicerça-se no recurso a técnicas de imagem de alta precisão, como a ressonância magnética de alta resolução e a biópsias de próstata por via perineal dirigidas por imagem, com morbilidade muito reduzida e maior eficácia.

Programa de Próstata

Patologia

Procurar os melhores resultados clínicos

A Unidade de Próstata do Centro Clínico Champalimaud está organizada numa equipa multidisciplinar que avalia personalizadamente cada doente e define o plano terapêutico mais adequado entre as múltiplas opções de tratamento apropriadas a cada situação clínica.

Esta equipa de especialistas em cancro da próstata inclui urologistas, oncologistas médicos, radioncologistas, radiologistas, especialistas em medicina nuclear, patologistas, geneticistas, nutricionistas, enfermeiros, psico-oncologistas e especialistas em cuidados paliativos que abordam a complexidade da doença nos seus diversos estádios de forma a oferecer conselho, diagnóstico, tratamento e reabilitação adequados.

O cancro da próstata é o tumor maligno mais frequente e a terceira causa de morte por cancro no homem. Em Portugal estimam-se 5.000 novos doentes e 1.880 mortes por ano. Este tumor tem frequentemente um crescimento indolente, não comprometendo a vida ou a qualidade de vida dos doentes. Contudo, as suas formas mais agressivas podem manifestar um crescimento rápido com invasão de órgãos adjacentes e disseminação para os gânglios linfáticos e ossos.

O programa de avaliação de risco e diagnóstico precoce do cancro da próstata do Centro Clínico Champalimaud procura diagnosticar precocemente os tumores agressivos numa fase inicial, quando os tratamentos com intuito curativo têm maior probabilidade de sucesso, melhorando a qualidade de vida e reduzindo a mortalidade dos doentes.

O diagnóstico precoce da doença possibilita a identificação de tumores indolentes com baixo risco de progressão, aparentemente destituídos de importância clínica. Para estes, o Centro Clínico Champalimaud tem um programa de vigilância ativa em que os doentes podem escolher serem inicialmente submetidos a vigilância e apenas tratados com intuito curativo se o tumor revelar sinais de agressividade. Dependendo do tamanho e risco de progressão do tumor, a decisão poderá recair sobre um acompanhamento regular sem qualquer intervenção terapêutica, nomeadamente cirúrgica, ou pelo desencadear imediato de um programa de tratamento multidisciplinar.

A nossa equipa de especialistas está assim empenhada no melhor aconselhamento e na adequada vigilância dos doentes, procurando as soluções mais adequadas para cada caso concreto. A equipa da Unidade de Próstata e Vias Urinárias do Centro Clínico Champalimaud também trata os tumores do rim e da bexiga.

Cancro da Próstata

O nosso programa oncológico abrange o cancro da próstata, o cancro da bexiga e o tumor do rim. No que diz respeito à patologia da próstata equacionamos um quadro terapêutico contínuo, desde a vigilância ativa e a terapêutica focal, ao tratamento radical de todo o órgão. Tentamos diagnosticar precocemente os tumores — para tratar o mais cedo possível os agressivos que poderão comprometer a sobrevivência e a qualidade de vida — e manter em vigilância ativa os tumores indolentes de baixo risco.

Dr. Jorge Fonseca, Diretor da Unidade de urologia, in Urologia Atual

Programa de Próstata

Diagnóstico e tratamento

Programa de Próstata - Diagnóstico e tratamento

Inovar para tratar melhor

A equipa de Urologistas da Unidade de Próstata, especializada na realização cirurgia laparoscópica, passou, a partir de maio de 2016 e com a abertura do Centro Cirúrgico a realizar cirurgia laparoscópica assistida por robot. Esta modalidade conta com a colaboração do Professor Renaud Bollens, do “Groupe Hospitalier de l’Institut Catholique” de Lille, do Dr. Christophe Assenmacker, da Universidade Católica de Lovaina, e do Dr. Aldo Bocciardi, do Hospital Niguarda, em Milão. Esta equipa foi mesmo responsável pela realização da primeira cistoprostatectomia radical com neobexiga por via laparoscópica e assistida por robot, em Portugal.

No que se refere ao tratamento, destaca-se o recurso a radioterapia estereostática como modalidade não invasiva nos doentes com cancro de próstata e risco baixo ou intermédio de progressão. Esta modalidade inovadora de tratamento radical é atualmente tema de investigação clínica realizada pelas equipas de Radioterapia e de Próstata.

Programa de Próstata

Investigação Clínica

Terapêutica inovadora suportada por evidência

No campo da radioterapia estereostática, a Unidade participou num ensaio clínico de fase I/II, que recrutou 200 doentes e através do qual foi possível demonstrar a viabilidade e a segurança desta modalidade terapêutica, desenvolvido no CCC. Os resultados observados neste estudo indicam um excelente controlo da doença tumoral, com graus de tolerância e efeitos adversos muito reduzidos.

Programa de Próstata - Investigação Clínica

Unidade de Urologia

A Equipa

Conheça a nossa equipa

Melhorar os resultados clínicos e assegurar aos doentes uma melhor qualidade de vida é o objetivo último da Unidade e isso implica muitas vezes tomar decisões difíceis num equilíbrio delicado. E por isso todas as decisões são tomadas em equipa, onde o interesse do doente é sempre colocado em primeiro lugar.

Jorge Fonseca, Diretor, Méd.

Urologia

Ana Mascarenhas Gaivão

Ana Mascarenhas Gaivão

Radiologia

Ângela Castro Lopes, Méd.

Medicina Nuclear

António Lopes Beltran

António Lopes Beltran, Méd., PhD

Anatomia Patológica

Daniela Dias

Daniela Dias

Enfermeira

Jaime Gracio

Jaime Gracio, MSC, PhD

Psicologia Clínica/Psicoterapia

Jaime Santos, Méd.

Oncologia Médica

Joana Castanheira, Méd.

Medicina Nuclear

Jorge Rebola, Méd., PhD

Urologia

João Lourenço

João Lourenço, Méd.

Radiologia

Maria Botelho

Maria Botelho

Enfermeira

Marlene Correia

Marlene Correia

Gestão de Doentes

Marta Carriço

Marta Carriço

Nutrição

Miguel Almeida

Miguel Almeida, Méd.

Urologia

Nuno Vau

Nuno Vau, Méd., PhD

Oncologia Médica

Oriol Parés

Oriol Parés, Méd.

Radioncologia

Rita Canas Marques

Rita Canas Marques, Méd.

Anatomia Patológica

Raquel João, Méd.

Urologia

Renaud Bollens, Méd., PhD

Consultor em Laparoscopia

Rui Lúcio

Rui Lúcio, Méd.

Urologia

Sara Belião

Sara Belião, Méd.

Radiologia

Sofia Lopes, Méd.

Urologia

Sérgio Castedo, Méd., PhD

Genética

Tiago Santos

Tiago Santos

Enfermeiro

Vasco Louro

Vasco Louro, Méd.

Radioncologia

Loading
Por favor aguarde...