• Áreas Clínicas
Áreas Clínicas
Unidade de Ginecologia
Fundação Champalimaud

Unidades Multidisciplinares de Patologia

Unidade de Ginecologia

A equipa multidisciplinar de Ginecologia, em atividade desde 2014, tem como áreas de particular interesse o cancro do ovário e o papel do HPV no cancro do colo do útero. O diagnóstico precoce, a otimização do tratamento e, ainda, novas abordagens cirúrgicas minimamente invasivas dos cancros uterino e do ovário, são o foco de atividade da equipa.

Unidade de Ginecologia

Patologia

Cada caso é único

A Unidade de Ginecologia trata os vários tipos de cancros ginecológicos, entre os mais comuns, o cancro do endométrio, do colo do útero e do ovário.

O carcinoma do endométrio é, atualmente, o cancro maligno ginecológico mais frequente nas mulheres embora com taxas de sucesso no tratamento bastante elevadas muito devido ao facto de ser habitualmente diagnosticado em estádios precoces. Por sua vez e apesar de apresentar uma baixa incidência, o cancro do ovário é um dos cancros com índices de mortalidade mais elevados na mulher. A acrescentar que em ambos os casos o factor genético poderá fazer parte da equação e desempenhar um papel importante.

É precisamente por sabermos que o desenvolvimento contínuo de um trabalho proativo na avaliação do risco e diagnóstico precoce pode desempenhar um papel determinante na forma como se tratam com maior sucesso que a Unidade de Ginecologia do CCC adopta os melhores e mais recentes protocolos, nacionais e internacionais nesta área de atuação. Os exames realizados na patologia pré-neoplásica desempenham aqui um papel de extrema importância na identificação precoce de patologia oncológica.

Adicionalmente, por se tratarem de cancros associados aos orgãos reprodutores femininos, resultam da sua presença implicações na capacidade futura da mulher conceber, o que é particularmente relevante nas mulheres mais jovens. Desta forma, a acrescentar ao facto de terem de lidar com uma doença oncológica, as doentes têm ainda de enfrentar as consequências físicas e emocionais, a longo prazo, que dela advêm.

É para mitigar o sofrimento e garantir que o melhor plano terapêutico é definido, que cada caso é analisado por uma equipa multidisciplinar composta por profissionais especializados em ginecologia oncológica, dos quais dois cirurgiões e um especializado em diagnóstico clínico e no acompanhmento de lesões pré-neoplásicas, oncologistas médicos, especialistas em radioncologia, radiologistas, patologistas e geneticistas, especialistas em medicina nuclear, enfermeiros especializados, psico-oncologistas, nutricionistas e especialistas em cuidados paliativos.

A equipa que compõe esta unidade dedica-se ao estudo e tratamento das seguintes patologias: cancro da vulva, carcinoma da vagina, cancro do colo do útero, carcinoma do endométrio, neoplasia trofoblástica gestacional, sarcomas uterinos, cancro epitelial da trompa de falópio, cancro epitelial do ovário e tumores não epiteliais do ovário. A Unidade tem assim como áreas de particular interesse o diagnóstico precoce de cancro do colo do útero e novas abordagens cirúrgicas minimamente invasivas nos cancros uterino e do ovário.

Cancro Ginecológico

Temos uma expressão em Português que diz que a ‘medicina é uma arte’, o que significa que temos de nos adaptar, a qualquer momento, adaptar o nosso conhecimento científico às necessidades de cada pessoa: não apenas as necessidades físicas mas também psicológicas, profissionais, sociais ou culturais. E isto nem sempre é fácil, ou óbvio. Este equilíbrio é verdadeiramente uma arte.

Dr. Henrique Nabais, Diretor da Unidade de Ginecologia

Unidade de Ginecologia

Diagnóstico e tratamento

Unidade de Ginecologia - Diagnóstico e tratamento

Personalização da terapêutica

Com o objetivo de alcançar os melhores resultados clínicos, a equipa médica da Unidade de Ginecologia conta atualmente, para além das terapêuticas standard, com os mais avançados equipamentos e técnicas de cirurgia robótica, minimamente invasiva, disponíveis nas salas operatórias do Centro Cirúrgico do Centro Clínico Champalimaud.

Esta abordagem cirúrgica é particulamente indicada na patologia ginecológica de complexidade elevada como acontece no cancro ginecológico, em particular no cancro do endométrio, no cancro do colo do útero e também em alguns casos de cancro do ovário. Muito segura, apresenta inúmeras vantagens que se traduzem numa recuperação mais rápida, menos dor, menos perda de sangue durante a cirurgia, e uma taxa de complicações menor quando comparada com as outras opções cirúrgicas convencionais.

Unidade de Ginecologia

Investigação Clínica

Avançar no conhecimento

A investigação é também uma prioridade para toda a equipa da Unidade Ginecológica com o objetivo claro de contribuir para o avanço do conhecimento nesta área, para a definição de novas técnicas e abordagens aos cancros ginecológicos, nomeadamente, que conduzam a intervenções com um menor impacto na qualidade de vida da doente.

Estão já lançadas as bases para projetos de investigação nas áreas da fototerapia, da cirurgia radioguiada e no desenvolvimento de estudos genómicos aplicados à individualização de planos terapêuticos multidisciplinares, estando em curso o projeto de investigação “Novas Ferramentas Diagnósticas e de Seguimento no Cancro de Ovário – OVA1”, proposto pela Unidade em colaboração com o grupo de Biologia de Sistemas e Metástases (BSM) da Fundação Champalimaud. A equipa desenvolve ainda um estudo sobre a prevalência de mutações BRCA em doentes com cancro do ovário, trompa de falópio ou carcinoma peritoneal primário com histologia epitelial, não mucinosa (PADOC). Trata-se de um estudo cooperativo nacional, com suporte logístico e financeiro da AstraZeneca, desenvolvido em colaboração com outras instituições dedicadas ao tratamento do cancro.

A Unidade colabora de forma regular com a Radioterapia, a Radiologia e a Medicina Nuclear no rastreio do cancro do ovário e endométrio, no programa de avaliação de risco oncológico e na elaboração de protocolos de investigação de SBRT em doentes com carcinoma do endométrio.

Unidade de Ginecologia - Investigação Clínica

Unidade de Ginecologia

A equipa

Conheça a nossa equipa

A formação, a constante aprendizagem e a inovação são considerados vetores essenciais pela equipa da Unidade de Ginecologia que, diariamente, procura novas soluções para a prestação de cuidados clínicos personalizados e de excelência.

Henrique Nabais

Henrique Nabais, Diretor, Méd.

Ginecologia

Ângela Castro Lopes, Méd.

Medicina Interna

António Lopes Beltran

António Lopes Beltran, Méd., PhD

Anatomia Patológica

Adelaide Vitorino

Adelaide Vitorino, Méd.

Ginecologia

Ângelo Silva, Méd.

Medicina Nuclear

Carina Silva

Carina Silva

Assistente Operacional

João Casanova

João Casanova, Méd.

Ginecologia

Joana Castanheira, Méd.

Medicina Nuclear

Joana Lourenço

Gestão de Doentes

Luzia Travado, MSC, PhD

Psico-Oncologia

Luís Pinto

Luís Pinto, Méd.

Ginecologia

Maria de Lurdes Batarda

Maria de Lurdes Batarda, Méd.

Oncologia Médica

Maria Inês Antunes, Méd.

Radioncologia

Marta Carriço

Marta Carriço

Nutrição

Neuza Silva

Neuza Silva

Gestão de Doentes

Paula Rodrigues

Paula Rodrigues

Assistente Operacional

Rita Canas Marques

Rita Canas Marques, Méd.

Anatomia Patológica

Sara Belião

Sara Belião, Méd.

Radiologia

Sérgio Castedo, Méd., PhD

Genética

Sónia Ferreira

Sónia Ferreira

Enfermeira

Loading
Por favor aguarde...