• Áreas Clínicas
Áreas Clínicas
Unidade de Digestivo
Fundação Champalimaud

Unidades Multidisciplinares de Patologia

Unidade de Digestivo

A Unidade Multidisciplinar de Cancro Digestivo do Centro Clínico Champalimaud foi estruturada no último trimestre de 2013, sob a direção do Dr. Carlos Carvalho, médico oncologista. Abrange o diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos tumores do tubo digestivo, fígado, vias biliares e pâncreas. A Unidade de Digestivo encontra-se organizada em dois grupos de especialidade: Grupo de Cancro Colorretal (colon, reto, esófago e estômago) e o Grupo de Cancro Primário e Secundário do Fígado, Vias Biliares e Pâncreas.

Unidade de Digestivo

Programa de Cancro Colorretal

Uma aposta forte

O cancro e a suscetibilidade para desenvolver cancro no trato digestivo, incluindo o sistema neuroendócrino são o foco do Grupo de Cancro Colorretal da Unidade de Digestivo do Centro Clínico Champalimaud. Este grupo é composto por oncologistas médicos, médicos gastroenterologistas, cirurgiões, radioncologistas e enfermeiros especialistas, e procura lidar de forma multidisciplinar, recorrendo às técnicas mais avançadas, com a complexidade dos tumores digestivos em todas as suas variantes e graus de desenvolvimento. Este grupo de trabalho está focado em dominar o saber e as técnicas de intervenção para interromper ou atrasar o desenvolvimento de cancro colorretal, que é atualmente o 2º cancro de maior incidência e mortalidade em Portugal, sendo das principais causas de morte por cancro em ambos os sexos.

Cancro colorretal

O Cancro Colorretal é uma das áreas onde, na Fundação Champalimaud, estão a ser feitos enormes esforços, desde que o programa foi iniciado há 5 anos. É uma metodologia de tratamento personalizado onde o doente está no centro e os vários especialistas gravitam à sua volta para delinear o melhor tratamento possível para cada caso individual.

Dr. Carlos Carvalho, Diretor da Unidade de Digestivo

Unidade de Digestivo

Programa de Cancro Colorretal

Unidade de Digestivo - Programa de Cancro Colorretal

Diagnóstico e tratamento

No Centro Clínico Champalimaud é colocada especial ênfase na prestação de cuidados oncológicos integrados de forma eficiente, na facilitação de respostas rápidas e adequadas à situação clínica dos doentes e na procura incessante dos melhores resultados com os menores custos. Especializados em tumores do cólon, reto, esófago e estômago, a Unidade trabalha em estreita ligação com o Grupo de Cancro Primário e Secundário do Fígado, Vias Biliares e Pâncreas e em cooperação com radiologistas, patologistas, geneticistas, especialistas em medicina nuclear, enfermeiros, psico-oncologistas, nutricionistas e especialistas em cuidados paliativos. Assume uma importância primordial, na nossa atividade nesta área, a prevenção e rastreio de tumores digestivos através do programa de avaliação de risco e diagnóstico precoce de cancro — quer de qualquer pessoa, quer de familiares de doentes com diagnóstico de cancro digestivo -, nomeadamente com recurso à colonoscopia, existindo ainda a hipótese de acesso aos serviços de diagnóstico genético para grupos de risco hereditário.

O alvo principal deste grupo multidisciplinar da Unidade de Cancro Digestivo tem sido, desde 2013, o cancro do colon e do reto. No CCC fazemos uma abordagem abrangente e multidisciplinar no tratamento do cancro retal. Esta inclui formas avançadas de radioterapia, técnicas específicas de imagiologia retal e procedimentos cirúrgicos de elevada precisão. Utilizamos as mais inovadoras técnicas de cirurgia retal que a par de outras opções de tratamento nos permitem alcançar altos níveis de eficiência, minimizar a destruição dos tecidos saudáveis adjacentes e melhorar a qualidade de vida dos doentes. Apesar de associado ao cancro do colon, o cancro retal tem vindo, progressivamente, a ganhar relevância. No CCC, os especialistas em cancro retal procuram de uma forma multidisciplinar encontrar as melhores formas de tratamento enquanto simultaneamente trabalham com diversos investigadores com o objetivo de desenvolver opções terapêuticas inovadoras e melhor toleradas.

A Unidade de Cancro Digestivo estabeleceu desde 2014 um programa de cooperação internacional no tratamento conservador (não cirúrgico) do cancro do reto e iniciou um protocolo de tratamento e seguimento destes doentes. Através desta abordagem inovadora, que tem sido progressivamente utilizada em vários centros internacionais, o Centro Clínico Champalimaud afirmou-se internacionalmente como um dos centros europeus com mais experiência nesta área. Este reconhecimento tem sido patente através da “International Watch and Wait Database”, que no Centro Champalimaud centraliza um registo internacional de mais de 1.000 doentes com conservação do reto após tratamento neoadjuvante baseado em quimio-radioterapia.

Unidade de Digestivo

Programa de Cancro Primário e Secundário do Fígado, Vias Biliares e Pâncreas

Abordagem multidisciplinar, personalizada e sistemática

No Programa de Cancro Primário e Secundário do Fígado, Vias Biliares e Pâncreas dedicamo-nos ao diagnóstico, tratamento e investigação de cancros, quer primários quer secundários (metástases) do fígado, vias biliares e pâncreas. Este grupo é composto por oncologistas médicos, médicos gastroenterologistas, cirurgiões, radioncologistas, radiologistas, patologistas, geneticistas, especialistas em medicina nuclear, enfermeiros, psico-oncologistas, nutricionistas e especialistas em cuidados paliativos. Esta abordagem multidisciplinar, possibilita a articulação de diversas especialidades, para alcançar avanços no tratamento de cancros que têm, atualmente, uma elevada taxa de mortalidade, como são exemplo o cancro do pâncreas e do fígado.

O tratamento das metástases hepáticas assume um papel de grande importância ao permitir um aumento da taxa de sobrevivência dos doentes com cancros que tendencialmente apenas manifestam sintomas em estádios muito avançados da doença. Estamos por isso empenhados em desenvolver programas de investigação dirigidos à definição de novas abordagens na caracterização destas lesões e no desenho de novas modalidades terapêuticas com base em tecnologias inovadoras de cirurgia, de radioterapia ou de outras modalidades terapêuticas (novos fármacos, radio-embolização, imunoterapia, etc.).

É ainda particularmente relevante a ação desenvolvida pelo grupo no que respeita a diagnóstico precoce, dado que neste tipo de cancros, a deteção atempada da doença aumenta significativamente as opções terapêuticas disponíveis e a capacidade de agir ativamente no controlo e cura da doença. Foi neste contexto que se implementou, por exemplo, o Programa Champalimaud Pancreas que se destina a facilitar a referenciação rápida e o acesso de doentes com lesões pancreáticas suspeitas, sólidas ou císticas, a uma equipa médica multidisciplinar de topo, dedicada à avaliação, estudo e tratamento dos cistos e do carcinoma do pâncreas baseado no desenvolvimento de um sistema de referenciação rápida com o objetivo último de alcançar melhores resultados clínicos.

Unidade de Digestivo - Programa de Cancro Primário e Secundário do Fígado, Vias Biliares e Pâncreas

Unidade de Digestivo

Gastrenterologia de Intervenção

Unidade de Digestivo - Gastrenterologia de Intervenção

Área em constante evolução

Desde 2015 que a gastrenterologia de intervenção se tem vindo a consolidar no CCC, com a colaboração do Professor Jacques Devière, da Universidade Livre de Bruxelas (Diretor do Serviço de Gastrenterologia e Endoscopia do Erasme Hôpital). Com a sua presença regular, a equipa de gastrenterologia do CCC desenvolve um programa de diagnóstico e de tratamento endoscópico que inclui técnicas terapêuticas como a miotomia endoscópica peroral (POEM) para tratamento de doenças motoras do esófago e abordagens combinadas por colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE) e ecoendoscopia, na patologia oncológica das vias biliares.

Unidade de Digestivo

A Equipa

Conheça a nossa equipa

Todos os elementos que compõem a equipa da Unidade de Digestivo, independentemente do programa em que estão integrados, trabalham em conjunto, numa dinâmica multidisciplinar para apresentar aos doentes as melhores opções terapêuticas disponíveis, caso a caso. Deste esforço colaborativo é exemplo a participação de consultores internacionais nas atividades da Unidade, de onde resultam sinergias que constituem uma mais valia para as opções de tratamento apresentadas aos doentes. A formação continua e a partilha de conhecimento são assim vetores base da estratégia de funcionamento e crescimento da Unidade.

Carlos Carvalho

Carlos Carvalho, Diretor, Méd.

Oncologia Médica

Ângela Castro Lopes, Méd.

Medicina Interna

António Lopes Beltran

António Lopes Beltran, Méd., PhD

Anatomia Patológica

Amjad Parvaiz, Méd.

Diretor Consultivo de Cirurgia Colorretal Laparoscópica e Robótica

Ângelo Silva, Méd.

Medicina Nuclear

Celso Matos

Celso Matos, Méd., PhD

Diretor

Carla Oliveira, Méd.

Medicina Nuclear

Catarina Freitas

Catarina Freitas, Méd.

Oncologia Médica

Eduardo Barroso

Eduardo Barroso, Méd., PhD

Cirurgia Hepato-Bilio-Pancreática

Emanuel Duarte, Méd.

Cirurgia Hepato-Bilio-Pancreática

Geerard Beets

Geerard Beets, Méd., PhD

Diretor Consultivo de Cirurgia Colorretal

Hugo Pinto Marques, Méd.

Cirurgia Hepato-Bilio-Pancreática

Hugo Domingos

Hugo Domingos, Méd.

Cirurgia Digestiva

Inês Santiago, Méd.

Radiologia

José Filipe Cunha

José Filipe Cunha, Méd.

Cirurgia Digestiva

João Santos Coelho, Méd.

Cirurgia Hepato-Bilio-Pancreática

Jacques Devière, Méd., PhD

Diretor Consultivo para a Endoscopia de Intervenção

Joana Ferreira

Joana Ferreira

Enfermeira

Joaquim Gago

Joaquim Gago, Méd.

Oncologia Médica

José Martinho

Assistente Operacional

Lilia Coutinho

Enfermeira

Marisa Ferreira

Marisa Ferreira

Gestão de Doentes

Marta Carriço

Marta Carriço

Nutrição

Miguel Bispo

Miguel Bispo, Méd.

Gastrenterologista

Nuno Couto

Nuno Couto, Méd.

Oncologia Médica

Oriol Parés

Oriol Parés, Méd.

Radioncologia

Pedro Filipe Vieira

Pedro Filipe Vieira, Méd.

Cirurgia Geral

Paulo Fidalgo

Paulo Fidalgo, Méd.

Gastrenterologista

Rita Canas Marques

Rita Canas Marques, Méd.

Anatomia Patológica

Ricardo Rio-Tinto

Ricardo Rio-Tinto, Méd.

Gastrenterologista

Richard Heald

Richard Heald, Méd.

Diretor Consultivo do Programa Colorretal

Rui Figueiredo

Rui Figueiredo

Gestão de Doentes

Sérgio Castedo, Méd., PhD

Genética

Sílvia Almeida

Sílvia Almeida, MSC

Psicologia Clínica/Neuropsicologia

Tatiana Quaresma

Tatiana Quaresma

Enfermeira

Vasco Louro

Vasco Louro, Méd.

Radioncologia

Loading
Por favor aguarde...